Páginas

terça-feira, 22 de junho de 2010

Coitadinho do Kaká

Ele não perde a oportunidade de apresentar como vítima. Reclama de perseguição religiosa para se esquivar das perguntas embaraçosas e das críticas. Mas é muito fácil fazer isso quando se tem toda a imprensa, milhões de dólares disponíveis e grava musiquinha bobinha pra mulherzinha. Que perseguição é essa, quando não há marginalização? E os milhões de pessoas que se tornaram evangélicos para ter alguma esperança na vida, achando que a solução vem do além. Isso faz parte do famoso ditado: "reclamar de barriga cheia". O problema de Kaká não é a religião, mas suas atitudes e opiniões que são muito imaturas e irrefletidas - ou mal refletidas. Por isso, ele passa muitas vezes como uma pessoa boba e vazia e isso é algo independente de religião.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...