Páginas

domingo, 28 de fevereiro de 2010

Tiramissu

Essa é uma sobremesa que, custa os olhos da cara e talvez mais um braço seu, em restaurantes sofisticados e é minha dica de domingo. O tiramissu não tem segredos, é simples de fazer e os ingredientes não custam caro (tirando o mascarpone, que pode ser substituído por requeijão - afinal somos humanos e nossos supermercados limitados). Se você está fim de testar algo novo na cozinha, que tal fazer um tiramissu?

Ingredientes:

Básico:
100g de açucar de confeiteiro
5 gemas
Um pote de requeijão (se você achar queijo mascarpone, substitua, mas é bastante caro).
100g de açúcar normal
1 limão
1 colher de sobremesa de rum (pode ser vodca ou cachaça)
250g de bolacha champagne
1 litro de café forte e amargo (para molhar as bolachas)
5 colheres de sopa de chocolate em pó
250ml de creme de leite fresco e gelado
100g de açucar

Modo de fazer:
Bata na batedeira durante três minutos o requeijão o açúcar de confeiteiro e as gemas colocadas uma a uma - reserve. Bata à parte as três claras em neve, junte delicadamente o limão e o rum - reserve. Coloque no liquidificador os 250ml de creme de leite, ligue e desligue o liquidificador 10 vezes, depois junte o açúcar e deixe bater até engrossar por um minuto, É importante o creme de leite estar bem gelado, se não não dá ponto de chantily.

Montagem:
Molhe rapidamente os biscoitos no café frio, deixe escorrer o excesso e coloque numa vasilha ou pirex, depois coloque uma camada do creme de requeijão uma camada de clara em neve e uma de chantily. Repita a operação até terminar com uma camada de creme de chantily. Coloque na geladeira por duas horas. Na hora de servir, polvilhe com chocolate em pó.

Alternativa para substituir o mascarpone:
Dizem que receitas com mascarpone com outra coisa é como fazer feijoada com carne de vaca, mas se não for tão purista, tente:
a) 1 pote de cream cheese; 2 xícaras (chá) de creme de leite fresco batido; 1 colher (sopa) de gelatina branca sem sabor dissolvida em 3 colheres (sopa) de água.
b) cream cheese light

De um seguidor do Twitter que veio com o título: para alegrar o domingo

E realmente alegra. Eu adoro esta música da Cher, It's in his kiss. É trilha sonora do filme Minha mãe é uma sereia e conta com a partipação de Winona Rider (Outono em Nova York; As bruxas de Salém; Drácula de Bram Stoker; Adoráveis Mulheres) e Christina Ricci (Família Adams; A lenda do cavaleiro sem cabeça; Speed Racer).
A sinopse é do site Adoro Cinema (basta clicar no link da música): Em plenos anos 60, uma espirituosa mãe solteira (Cher) cuida com carinho de suas duas filhas. Mas seu jeito de ser, sexy e descompromissado, cria confusões na cabeça da filha adolescente (Winona Ryder) que, apesar de judia, alimenta sonhos de se tornar uma freira.

Clique no botão READ MORE para ver o video


Você já pensou de onde vem os objetos que você usa diariamente?

Pois veja através do texto escrito pelo antropólogo americano Ralph Linton: A difusão cultural.
 [...]

Não resta dúvida que, grande parte dos padrões culturais de um dado sistema, não foram criados por um processo autóctone, foram copiados de outros sistemas culturais. A esses empréstimos culturais a antropologia denomina difusão. Os antropólogos estão convencidos de que, sem a difusão, não seria possível o grande desenvolvimento atual da humanidade. Nas primeiras décadas deste século [séc. XX] duas escolas antropológicas (uma inglesa, outra alemã) denominadas difusionistas, tentaram analisar esse processo. O erro de ambas foi o de superestimar a importância da difusão, esse mais flagrante no caso do difusionismo inglês que advogava a tese de que todo o processo da difusão originou-se no velho Egito.
Mas deixando de lado o exagero difusionista, e mesmo considerando a importância das invenções simultâneas (isto é, invenções de um mesmo objeto que ocorreram inúmeras vezes em povos de culturas diferentes situados nas diversas regiões do globo), não poderíamos ignorar o papel da difusão cultural.
Na época em que os norte-americanos viviam um grande desenvolvimento material e os seus sentimentos nacionalistas faziam crer que, grande parte desse progresso era resultado de um esforço autóctone, o antropólogo Ralph Linton escreveu um admirável texto sobre o começo do dia do homem americano:


"O cidadão norte-americano desperta num leito construído segundo padrão originário do Oriente Próximo, mas modificado na Europa Setentrional, antes de ser transmitido a América. Sai debaixo de cobertas feitas de algodão, cuja planta se tomou doméstica na Índia; ou de linho ou de lã de carneiro, um e outro domesticados no Oriente Próximo; ou de seda, cujo emprego foi descoberto na China. Todos estes materiais foram fiados e tecidos par processos inventados no Oriente Próximo. Ao levantar da cama faz uso dos "mocassins" que foram inventados pelos índios das florestas do Leste dos Estados Unidos e entra no quarto de banho cujos aparelhos são uma mistura de invenções européias e norte-americanas, umas e outras recentes Tira o pijama, que e vestuário inventado na Índia e lava-se com sabão que foi inventado pelos antigos gauleses, faz a barba que e um rito masoquístico que parece provir dos sumerianos ou do antigo Egito.
Voltando ao quarto, o cidadão toma as roupas que estão sobre uma cadeira do tipo europeu meridional e veste-se. As peças de seu vestuário têm a forma das vestes de pele originais dos nômades das estepes asiáticas; seus sapatos são feitos de peles curtidas por um processo inventado no antigo Egito e cortadas segundo um padrão proveniente das civilizações clássicas do Mediterrâneo; a tira de pano de cores vivas que amarra ao pescoço e sobrevivência dos xales usados aos ombros pelos croatas do século XVII. Antes de ir tomar o seu breakfast, ele olha a rua através da vidraça feita de vidro inventado no Egito; e, se estiver chovendo, calça galochas de borracha descoberta pelos índios da América Central e toma um guarda-chuva inventado no sudoeste da Ásia. Seu chapéu é feito de feltro, material inventado nas estepes asiáticas.
De caminho para o breakfast, para para comprar um jornal, pagando-o com moedas, invenção da Líbia antiga. No restaurante, toda uma serie de elementos tomados de empréstimo o espera. O prato é feito de uma espécie cerâmica inventada na China. A faca é de aço, liga feita pela primeira vez na Índia do Sul; o garfo é inventado na Itália medieval; a colher vem de um original romano. Começa o seu breakfast com uma laranja vinda do Mediterrâneo Oriental, melão da Pérsia, ou talvez uma fatia de melancia africana. Toma café, planta abissínia, com nata e açúcar. A domesticação do gado bovino e a ideia de aproveitar o seu leite são originárias do Oriente Próximo, ao passo que o açúcar foi feito pela primeira vez na Índia. Depois das frutas e do café vem waffles, os quais são bolinhos fabricados segundo uma técnica escandinava, empregando como matéria-prima o trigo, que se tomou planta doméstica na Ásia Menor. Rega-se com xarope de maple, inventado pelos índios das florestas do Leste dos Estados Unidos. Como prato adicional talvez coma o ovo de uma espécie de ave domesticada na Indochina ou delgadas fatias de carne de um animal domesticado na Ásia Oriental, salgada e defumada por um processo desenvolvido no Norte da Europa.
Acabando de comer, nosso amigo se recosta para fumar. Hábito implantado pelos índios americanos e que consome uma planta originária do Brasil; fuma cachimbo, que procede dos índios da Virginia, ou cigarro, proveniente do México. Se for fumante valente, pode ser que fume mesmo um charuto, transmitido à America do Norte pelas AntiIhas; por intermédio da Espanha. Enquanto fuma, lê noticias do dia, impressas em caracteres inventados pelos antigos semitas, em material inventado na China e por um processo inventado na Alemanha. Ao inteirar-se das narrativas dos problemas estrangeiros, se for bom cidadão conservador, agradecerá a uma divindade hebraica, numa língua indo-européia, o fato de ser cem por cento americano.”

FONTE: LARAIA, Roque de Barros. CULTURA. Um conceito antropológico. 11 ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1995.

O domingo deve sempre começar assim...


Obrigado ao @CarlinhosVP do Twitter que, sem querer, me deu esse presente nesta manhã.
Em retribuição lhe dedico esse aforismo de Buda:


"Mil velas podem ser acesas com uma única vela,
E a vida da vela não será por isso mais curta.
A felicidade nunca míngua por ser compartilhada."

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Sem palavras...


Tem coisas na natureza que nos surpreendem todas as vezes que as vemos, mesmo sabendo de sua existência. Toda cor, todo som, tudo é uma epifania...




E tem dias que você quer simplesmente desatar todas as amarras, correntes, obrigações e sair navegando por aí...

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

O que os humanos querem dos animais?

Foi publicado no Blog do Planeta um post sobre como a imprensa americana está tratando a notícia de que uma Orca teria matado uma tratadora do SeaWorld. Concordo em gênero, número e grau com as afirmações da resenhista Juliana Arini e complementei suas idéias através de um comentário no próprio blog, que reproduzo abaixo:

A meu ver tudo já foi dito nesse post. As pessoas esquecem
que até cachorros e gatos também são animais e querem que eles tenham um comportamento “social”. Eles têm sim um comportamento social, porque são animais sociais, vivem em bandos, matilhas, hordas etc. O que temos que ver é que, quando se classifica algo de “social”, não estamos falando necessariamente da sociedade humana, que tem valores, códigos de ética e tabus. Os animais têm as suas próprias regras que nem sempre combinam com o que queremos deles. Por exemplo, muitas pessoas maltratam animais quando os "flagram" copulando no meio da rua. Sentem vergonha daquele comportamento "animal"? Bem, advinha o que eles são? A-NI-MAIS!!! No máximo, se adaptaram ao nosso modo de vida, mas não vamos querer que eles se comportem absolutamente de acordo com o que achamos certo ou errado. Não há isso na natureza, só adaptação e sobrevivência.

Casa e Jardim - NOTÍCIAS - Garrafas no lugar de tijolos

Casa e Jardim - NOTÍCIAS - Garrafas no lugar de tijolos

Realmente admirável essa casa. O link vale uma visita.

É um pássaro, é um avião...


... não, é um barco voando?

Mais bookends

Sugestões de bookends para Amana:





Preciso de alguns desses:






Entendeu agora o post anterior? Eu só tenho duas mãos e muitos livros em diversas prateleiras.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Bookends



Bookends é também o título de uma música de Simon & Garfunkel, dos anos 1960, mas que gosto muito, pois evoca as coisas da memória e que nos são caras.

Estava pensando que preciso de alguns para apoiar meus livros nas estantes. Achei interessante essa foto, mas não dá para eu fazer isso em minha casa, tenho livros demais e mãos de menos. :)

A música é só uma estrofe, mas é linda:



Time it was, and what a time it was, it was 

A time of innocence, a time of confidences 
Long ago, it must be, 
I had a photograph 
Preserve your memories, 
they all that's left of me



Receita de tomate seco

Na falta do que comentar nessa tarde de quarta-feira calorenta, resolvi repassar a receita de tomate seco, que adoro, embora engorde
1a. parte
  • 4 kg de tomates maduros e firmes (Tomates Débora ou Italianos são melhores), cortados ao meio no comprimento (do cabo para baixo) e sem sementes, são cerca de 36 tomates
  • 1 xícara de chá de açúcar
  • 1 colher de sopa de sal
2a. parte (tempero)
  • 1 cabeça de alho em lâminas
  • 1 xícara de azeite de oliva extra-virgem
  • Azeitonas verdes fatiadas
  • Orégano

Como fazer:
  1. Lave, corte os tomates no comprimento, tire as sementes e deixe-os no escorredor de macarrão
  2. Salpique sobre as metades o açúcar e o sal bem misturado
  3. Leve ao forno em temperatura média-alta (200°) por 1 hora e 30 minutos (vai formar água)
  4. Retire do forno, coloque as metades delicadamente no escorredor de macarrão, lave e seque a assadeira (isso é o principal para o sucesso de sua receita)
  5. Volte as metades à assadeira, desta vez de boca para baixo (cascas para cima)
  6. Novamente 1 h de forno médio (180°)
  7. Repita o processo de retirá-los, colocar no escorredor, lavar e secar assadeira
  8. Se ainda não estiver seco ao seu gosto, volte ao forno pela 3ª vez, por cerca de 30 minutos
  9. Desligue e deixe esfriar dentro do forno
Tempero:
  1. Em uma panela pequena coloque o azeite, quando estiver quente, jogue o alho em lâminas e tire do fogo (só para tirar o ardor do alho cru)
  2. Acrescente orégano
  3. Em uma compoteira ou vidro com tampa coloque em camadas as metades de tomate dobradas ao meio (prove o sal, geralmente não precisa acrescentar mais, depende de seu gosto), regue com o azeite, alho e orégano, e azeitonas verdes fatiadas
  4. Continue fazendo as camadas
  5. Se você gosta de alho, coloque mais, se quiser, coloque mais azeite, também pode acrescentar champignon em lâminas
  6. Deixe na geladeira, no dia seguinte estará melhor

FONTE: Tudo Gostoso

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Brasília tem os melhores matemáticos do Brasil

A quem interessa o ceticismo sobre o aquecimento global? — Instituto Ciência Hoje

A quem interessa o ceticismo sobre o aquecimento global? — Instituto Ciência Hoje

Não é plagiando, mas divulgando. Achei que valia a pena o esforço. Muito interessante a matéria.

Vi no Conservation Maven...

... que um estudo realizado e publicado pela Universidade da California mostra evidências de que a contaminação por mercúrio afeta o canto dos pássaros. Dois pesquisadores gravaram e analisaram o canto de quatro espécies de pássaros, ao longo de um trecho contaminado de mercúrio do South River, no estado da Virgínia (USA) e compararam com as mesmas espécies de pássaros em lugares não contaminados.

As possíveis explicações para este fenômeno, segundo os autores do artigo, é que tais pássaros contaminados seriam impedidos de ouvir altas frequências, ou o mercúrio poderia causar stress durante o aprendizado dos cantos (prejudicando suas habilidades cognitivas), ou ainda as condições desfavoráveis do ambiente os levariam a cantar de forma mais simples para eles.

É realmente uma pena, se pensarmos que o Brasil é um dos países - especialmente na Amazônia e no que resta da Mata Atlântica - que possui maiores diversidades de aves e de belos cantos. O que seria da música Passarim do Tom se nossas florestas estivessem contaminadas hein?

Article Marketing Brasil

Achei um site interessante onde compartilhar artigos e opiniões sobre tecnologia, internet, cultura e sociedade e outras coisas do nosso tempo ocioso. Click no título do post e será direcionado para lá.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Dalai Lama no Twitter

O Dalai Lama entrou no twitter... @DalaiLama. Seja bem vindo! Vi no Mashable...

Uma intelectual orgânica


Dizem que os animais não pensam, mas o que dizer de uma pinscher adolescente que fica olhando para a estante de livros e se perguntando... qual o próximo livro que vou ler? É de fazer os seres humanos pensarem.

Na verdade, muitas vezes, eu me pergunto sobre essa coisa de inteligência e quase sempre tenho a impressão que os animais dão de 10x0 na gente.
Posted by Picasa

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Aforismo budista

vive com alegria,
amorosamente,
entre aqueles que odeiam.

vive com alegria,
com saúde,
entre aqueles que sofrem.

vive com alegria,
em paz, entre os perturbados.

olha para seu interior:
permanece sereno,
livre do medo e do apego,
e conhece a doce alegria do caminho.


Meditar:
Manter a mente quieta
a espinha ereta e o
coração tranquilo.


O canto das 4 verdades incomensuráveis
Que todos os seres sencientes gozem da felicidade e da raiz da felicidade;
Que todos os seres sencientes estejam libertos do sofrimento e da raiz do sofrimento;
Que não estejam apartados da grande felicidade destituída de sofrimento;
Que vivamos na grande equanimidade, livres da paixão, da agressão e do preconceito.

FlashBackwards

O nome deste post é uma paráfrase da nova série que iniciará no AXN que se chama FlashForward. É que estava examinando meus alfarrábios, quando ainda escritos a mão e em um diário ou agenda e encontrei um relato, um tanto melancólico, de quando voltei para Mossoró, depois do doutorado em 2004.

Recomeçar é uma das coisas mais difíceis da vida. E eu já recomecei muitas vezes. Por a casa em ordem para que a vida transcorra em sua aparente normalidade é uma tarefa morosa e demanda tempo e paciência. Essas são coisas que nunca pensamos, ou pelo menos a maioria não pensa, pois a vida acelerada, os compromissos são tantos que não param para pensar como são boas, estruturadas e, muitas vezes, pacíficas são suas vidas. Até que o vendaval da mudança as pega de surpresa...


Pois é! É assim que tento deixar minha vida... estruturada. Todos precisamos de uma estrutura enquanto desempenhamos nossas tarefas. Mas nunca pensamos na quantidade de coisas que acumulamos ao longo dos anos e quantas "coisinhas" se tornaram necessárias na vida. São pequenos detalhes: uma cama confortável, um quarto amplo e claro, onde entre a luz do sol, aromas, refúgio...

Uma amiga veio ajudar a colocar as coisas no lugar (não na minha cabeça, na casa rs) e sou eternamente grata a ela por isso. Eu mudei-me de volta para Mossoró/RN no sábado (24/04/2004) - meio místico este número - e ela voltou para João Pessoa/PB dois dias depois. Nesse meio tempo foi indispensável. O resto cabe a mim.

A cidade mudou muito nesses anos que passei fora. Antes era quase insuportável no calor, por não ter diversões, não ter para onde ir e não fazer o que gostava mais - trilhas de bike. Nossa, como senti falta. Agora foi reformada, modificada, embelezada. Está mais agradável para se viver, acho. Só espero que o ambiente de trabalho tenha melhorado também. Embora seja meio que consenso em todos os locais de trabalho, as intrigas, as competições, os puxões de tapete...

Hoje, 27/04/2004, tive ondas de melancolia durante todo o dia. Acho que medo do desconhecido, ficar sozinha novamente, refazer as amizades e fazer novas. Encontrar meu lugar nessa cidade.

Mas, aos poucos, as coisas se encaixam (ou desencaixam, já que está tudo empacotado), os serviços essenciais são instalados - o que para mim, isso inclui a TV por satélite. A casa fica cada vez mais aconchegante. Encontrei meus cds de meditação para me ajudar a acalmar a alma.

Ainda assim, sinto muitas saudades de casa - João Pessoa -, minha mãe e de meus bichinhos de estimação.

Bem... o desabafo acabou. Tudo está bem.

Como integrar Facebook, Twitter and Buzz em seu Gmail

Observação importante: Antes de começar, gostaria de informar que esta dica está em um dos blogs mais lidos da internete, o Mashable, eu apenas traduzi para o português para que os internautas que, por acaso, não dominarem esta língua também possam melhorar as funções de seu GMail.

A integração de Gadget é sua amiga

Ontem vimos um Buzz post de Ari Milner no qual ele descreve como ele tornou seu Gmail em seu "centro de comando social" pessoal into his personal “social.” Como ele fez isso? Em suas palavras:
“O truque era usar a característica no fim da lista do Gmail Labs chamado ‘Adicionar () qualquer gadget por URL’. Isto permitiu adicionar estes 3 serviços à minha sidebar do Gmail.”
Ao utilizar um gadget de terceiros, ele transformou seu Gmail em um lugar onde ele teria acesso ao seu Twitter, Buzz e Facebook direto de seu Gmail. Eis como ele fez:

Passo a passo: Integrando suas redes sociais no Buzz

 FONTE IMAGEM: http://cdn.mashable.com/wp-content/uploads/2010/02/twitter-buzz.jpg


1. Ative “Adicione qualquer gadget através de URL” em Gmail Labs — você o encontrará lá no fim da lista.
2. Agora vá para Configurações  –> Gadgets. Aqui você encontrará um lugar para adicionar Gadget URLs.
3. Adicione o App Twitter Gadget. Qualquer gadget do iGoogle irá funcionar, mas o melhor em nossa opinião é TwitterGadget, um serviço do Twitter totalmente funcional para iGoogle e Gmail. Isto deixa "tweetar" a partir de sua sidebar do Gmail ou abrir seu Twitter com todas as mensagens intactas. Ele até suporta múltiplas contas.
Para adicionar, copie e cole esta URL nas Configurações de Gadget do Gmail: “https://twittergadget.appspot.com/gadget-gmail.xml”
4. Adicione o Gadget do Facebook . Da mesma maneira que você adicionou o TwitterGadget, você pode adicionar o Facebook aos seu Gmail. Embora o Google tem um gadget oficial do Facebook, ele não funciona bem com o Gmail, entao sugerimos usar o app que Ari Milner usa: o Facebook Gadget de iBruno. Ele expandirá para o resto do seu Gmail para uma administração do Facebook mais fácil.



Para adicionar, copie e cole este URL nas configuraçõs do Gadget do Gmail: “http://hosting.gmodules.com/ig/gadgets/file/104971404861070329537/facebook.xml”
5. É isso! Google Buzz, Facebook, Twitter e Gmail estão agora todos em um pacote só. Legal não? Para agradecer ou comentar acessem o link do autor do post: http://mashable.com/2010/02/12/facebook-twitter-buzz-gmail/

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Curiosidades da natureza

Todos nós sabemos que a natureza produz formas, as mais diversas, em flores, animais, pedras etc. Mas, às vezes, ela demonstra um pervertido senso de humor. Por exemplo, na minha casa existe uma planta que me disseram chamar língua de sogra. Comumente ela produz uma flores com um pendão meio parecido com o do antúrio. Mas ao chegar em casa esta semana, eu encontrei isto:




Sei que é carnaval, mas esse ano a natureza quis brincar e deve ter ido para os camarins da Marquês de Sapucaí.

Bohemian Rapsody by Muppets

Só faltei morrer de rir. Hilário! Peguei no meme do Antonio Carlos Silveira.

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Nova metamorfose

A vida é feita de experiências. Umas no mundo real, que podem ou não ser agradáveis, outras no mundo virtual.  Algumas pessoas têm medo desse novo mundo que se descortina e que se desenvolve mais rápido do que nossos cérebros podem absorver. Eu gosto de mudanças, mesmo que elas sejam mais rápidas do que posso acompanhar, principalmente no mundo virtual. Mas, dentro de meus limites e com, às vezes, um lento aprendizado, vou aperfeiçoando minha vida virtual. Por isso resolvi mudar o blog. Já fiz a faxina: o primeiro blog era A vida é uma teia, que tinha mais ou menos uns três anos de vida e permanecia com o mesmo layout. Então resolvi fazer uma faxina no antigo blog, ele virou Faxina da Memória. Só que o layout escolhido demorava muito a carregar e estava muito cheio de elementos visuais, muito poluído, na verdade. Então, já que a faxina havia terminado, resolvi criar este depósito, que espero todos gostem e contribuam de vez em quando.

E como dizem que o ano só começa depois do carnaval, aproveitei para começar o meu no carnaval. Já que minha época e disposição para a folia ... esmoreceu nos últimos anos. Não suporto mais tanto barulho, nem tanta gente à minha volta... só as mais queridas. Então é isso! Espero que vocês gostem e possamos interagir.

Um grande abraço e um ótimo restante de carnaval para os foliões.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Peguei no Blog do Luis Nassif

Encontrei no blog do Luis Nassif essa interessante reflexão:

Por Alexandre Araújo

Nassif, como advogado, embora não seja da área penal, não posso deixar passar batida essa história de TENTATIVA de suborno. O crime de suborno, previsto no art. 343 do Código Penal, constitui-se em crime de mera conduta, ou seja, o resultado não importa para a consumação do ilícito penal. O fato de se OFERECER dinheiro a alguém já caracteriza o suborno, não há necessidade da pessoa aceitá-lo para consumar o crime. Por favor, coloque um post sobre isso, pois desde o SUBORNO de Daniel Dantas que a imprensa inisiste em falar em tentantiva.

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Mas quando descobre o que fazer, ela arrasa...

Digna da Playboy ou Hustler...


O que vocês acham? Bem manhosinha, não?
Posted by Picasa

Onde ele pensa que vai?



Cadelinha criada em casa pequena ou apartamento não sabe onde ir quando encontra a natureza.

Ainda algumas memórias frutíferas


Tem algumas coisas da natureza, que se não apreciamos pelo sabor, podemos muito bem apreciar pelo olhar. As pitangas são uma delas. O vermelho contrasta com o verde das folhas - estão em lados opostos no círculo de cores. E para quem gosta do que é agridoce não há igual. E típica do nosso Brasil.
Posted by Picasa

Manhã de sol e leitura

Olá a todos nesta bela e ensolarada manhã de sábado - é meu dia preferido -. Venho aqui no blog, ainda tão cedo, para dar uma sugestão sobre leituras diversas. É a Biblioteca Virtual da Mulher, onde estão reunidas uma boa parte de literatura e revistas acadêmicas sobre a temática de gênero. É um site sério apoiado pelo IBICT - Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia e pelo Conselho Estadual dos Direitos da Mulher do Rio de Janeiro. Mas não é só isso, tem outras indicações sobre poesia, literatura etc. Com certeza vale a pena conferir.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Humor negro, mas sempre humor...

Geralmente não sou muito fã das piadas do José Simão, mas estas daqui não há quem  não ria.


Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República! Direto do País da Piada Pronta!
Direto de Barretos: "Loja de piscina pega fogo"! E o torpedo da Marta pro Kassab: Relaxa e NADA! E a versão paulista de "Avatar": "ALAGAR"! Em 3D. Rarará! Será que a Beyoncé sabe nadar? E como disse a Nair Bello do Twitter: já estou de capa de chuva na janela aguardando o helicóptero do Datena. Hoje eu apareço na TV! Rarará! Visite São Paulo antes que afunde!


E eu que pensei que Veneza afundaria primeiro...

Saiu na Folha de S. Paulo...

Fomos absolvidos! Não pela história, mas pela genética. Permita-me o Marcelo Leite, editor de jornalismo científico da FSP, me apropriar e comentar sua notícia. Dava-se quase como certo que os marinheiros europeus, nas suas visitas ao Mundo Novo - libertino e desnudado, era o que achavam -, contaminaram a Europa (inocente) com o virus da sífilis. Um estudo realizado na USP desmente essa velha afirmação. Alunos da disciplina de genética, orientados pela Dra. Sabine Eggers, estudaram o efeito da evolução darwiniana na medicina através de doenças em vestígios fósseis e descobriram que - os detalhes são técnicos demais para meu precário conhecimento em genética - a bactéria transmissora deve ter surgido no mundo e, consequentemente, transmitida ao ser humano há pelo menos 4 mil anos. Ou seja, deve ter se desenvolvido junto com a "profissão mais antiga do mundo" (isso é uma presunção minha). Mas o mistério continua, pois ainda não foi possível determinar de onde veio tal doença, qual o primeiro continente ou região a ter "fabricado" este mal que assolou a Europa do século XVI em diante e que ainda atinge muitas pessoas, principalmente em regiões pobres. Segundo Marcelo Leite, o número de casos de sífilis congênita mais que dobrou entre 1998 e 2006, no Brasil, passando de 2.840 para 5.749.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Sinto muito, mas acho que não vou trabalhar este ano...


Janeiro
1 Dia da Confraternização Universal
1 Dia Mundial da Paz
2 Dia da Abreugrafia
5 Criação da 1ª Tipografia no Brasil
6 Dia de Reis
6 Dia da Gratidão
7 Dia da Liberdade de Cultos
8 Dia do Fotógrafo (oskaras.com)
9 Dia do Fico (1822)
9 Dia do Astronauta
14 Dia do Enfermo
15 Dia dos Adultos
15 Dia Mundial do Compositor
20 Dia do Farmacêutico
20 Dia do Brinde
20 Dia do Museu de Arte Moderna do RJ
21 Dia Mundial da Religião
24 Dia do Aposentado
24 Dia da Previdência Social
24 Dia da Constituição
24 Instituição do Casamento civil no Brasil
25 Dia do Carteiro
25 Fundação de São Paulo
25 Criação dos Correios e Telégrafos no Brasil 
      (11/maio  Integração do Telégrafo no Brasil )
27 Dia da Elevação do Brasil Vice-Reinado (1763)
28 Dia da Abertura dos Portos (1808)
29 Dia do Jornalista
30 Dia da Saudade
30 Dia do Portuário
30 Dia Nacional das Histórias em Quadrinhos
30 Dia da Não-Violência
31 Dia Mundial do Mágico
31 Dia do lançamento do 1º Satélite  EUA (1958)

Fevereiro
1    Dia do Publicitário
2    Dia de Iemanjá
2    Dia do Agente Fiscal
5    Dia do Datiloscopista
7    Dia dos Gráficos
9    Dia do Zelador
10  Dia do Atleta Profissional
11  Dia da Criação da Casa de Moeda
11  Dia Mundial do Enfermo
13  Dia Nacional do Ministério Público
14  Dia da Amizade
16  Dia do Repórter (oskaras.com parabéns)
19  Dia do Esportista
      Carnaval
21  Dia da Conquista do Monte Castelo (1945)
21  Data Festiva do Exército
23  Dia do Rotaryano
24  Promulgação da 1ª Constituição Republicana (1891)
25  Dia da criação do Ministério das Comunicações
27  Dia do Agente Fiscal da Receita Federal
27  Dia Nacional do Livro Didático

Março
1 Cinzas
2  Dia Nacional do Turismo
2 Dia da Oração
3  Dia do Meteorologista
4  Dia Mundial da Oração (1ª Sexta-feira do mês)
5 Dia do Filatelista Brasileiro
7 Dia do Fuzileiro Naval
8 Dia Internacional da Mulher  (30  abril Dia Nacional da Mulher )
10 Dia do Sogro  (28 de abril  Dia da Sogra)
10 Dia do Telefone
12 Dia do Bibliotecário
12 Aniversário de Recife (468 anos) e Olinda (470 anos)
14 Dia Nacional da Poesia
14 Dia dos Animais
14 Dia do Vendedor de Livros
15 Dia da Escola
15 Dia Mundial do Consumidor
19 Dia do Artesão
19 Dia de São José
19 Dia do Carpinteiro
19 Dia do Marceneiro
20  Início do outono
21  Dia Universal do Teatro
21  Dia Internacional Contra a Discriminação Racial
21 Dia Universal do Teatro
22 Dia Mundial da Água
23 Dia Mundial da Meteorologia
26  Dia do Cacau
27 Dia Mundial do Teatro - Dia do Circo
27  Dia do Circo
28  Dia do Diagramador
28  Dia do Revisor
30 Dia Mundial da Juventude
31  Dia da Integração Nacional
31  Dia da Saúde e Nutrição
31 Aniversário do Golpe Militar - 1964
Abril
1 Dia da Mentira / Aniversário de Aécio Cândido
1 Dia da Abolição da Escravidão dos Índios - 1680
2 Dia Mundial do Livro Infantil
2  Dia do Propagandista
4  Dia Nacional do Parkinsoniano
7 Dia Mundial da Saúde - Dia do Corretor
7  Dia do Corretor
7  Dia do Jornalismo
7  Dia do Médico Legista
7  Dia Mundial da Saúde
8 Páscoa (Muda todo ano última atualização 2007)
8  Dia da Natação
8  Dia do Correio
8  Dia Mundial do Combate ao Câncer
9  Dia Nacional do Aço
10 Aleluia
10  Dia da Engenharia
12 Dia do Obstetra
13 Dia do Office-Boy
13  Dia dos Jovens
13 Dia do Hino Nacional -1º Execução do Hino Nacional Brasileiro -1831
14 Paixão de Cristo (Muda todo ano última atualização 2007)
14  Dia Pan-Americano
15 Dia Mundial do Desenhista
15  Dia da Conservação do Solo
15  Dia do Desarmamento Infantil
16 Dia da Voz
18  Dia Nacional do Livro Infantil
18  Dia de Monteiro Lobato
19 Dia do Índio
19  Dia do Exército Brasileiro
20 Dia do Diplomata
20 Dia do Disco
21 Dia da Polícia Civil e Militar
21 Dia do Metalúrgico
21  Dia da Latinidade
21 Tiradentes
22 Dia do Descobrimento do Brasil
22 Dia da Força Aérea Brasileira
22 Dia da Comunidade Luso-Brasileira
22 Dia do Planeta Terra
23 Dia Mundial do Escoteiro
23 Dia de São Jorge
23 Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor
24 Dia Mundial do Jovem Trabalhador
24  Dia do Agente de Viagem
25 Dia do Contabilista
26 Dia da 1ª Missa no Brasil
26 Dia do Goleiro
27 Dia Empregada Doméstica
27 Dia do Sacerdote
28 Dia da Educação
28 Dia da Sogra  (10 de março  Dia do Sogro)
30 Dia do Ferroviário
30  Dia Nacional da Mulher (8 de março Dia Internacional da Mulher)
Maio
0 Dia das Mães no 2º Domingo (Dia dos Pais no 2º Domingo de agosto)
1 Dia Mundial do Trabalho
2 Dia Nacional do Ex-combatente
2  Dia do Taquígrafo
3 Dia Mundial da Liberdade de Imprensa
3 Dia do Sol
3 Dia do Sertanejo
5 Dia Nacional das Comunicações
5 Dia do Campo
5 Dia de Rondon
5 Dia da Comunidade
5 Dia Nacional do Expedicionário
5 Dia do Pintor
5 Dia do Marechal Rondon
6 Dia do Cartógrafo
7 Dia do Oftalmologista
7 Dia do Silêncio
8 Dia Internacional da Cruz Vermelha
8 Dia da Vitória
8 Dia do Artista Plástico
8 Dia do Profissional Marketing
9  Dia da Europa
10 Dia do Guia de Turismo
10  Dia da Cavalaria
10  Dia do Campo
11 Integração do Telégrafo no Brasil (25/janeiro Criação dos Correios e Telégrafos no Brasil )
12 Dia Mundial do Enfermeiro
13 Dia da Abolição da Escravatura
13 Dia do Automóvel
13 Dia da Fraternidade Brasileira
14 Dia do Seguro
14  Dia Continental do Seguro
15  Dia do Assistente Social
15 Dia do Gerente Bancário
15 Dia Internacional das Famílias
16 Dia do Gari
17  Dia Internacional da Comunicação e das Telecomunicações
17  Dia da Constituição
18  Dia dos Vidreiros
18  Dia Internacional dos Museus
19  Dia dos Acadêmicos do Direito
20 Ascensão do Senhor
20  Dia do Comissário de Menores
21  Dia da Língua Nacional
22  Dia do Apicultor
23  Dia da Juventude Constitucionalista
24  Dia do Telegrafista
24  Dia do Vestibulando
24  Dia da Infantaria
24  Dia do Datilógrafo
24  Dia do Detento
25 Dia da Indústria
25 Dia do Massagista
25 Dia do Trabalhador Rural
27 Dia do Profissional Liberal
29 Dia do Estatístico
29 Dia do Geógrafo
30 Dia do Decorador
30 Dia do Geólogo
30 Dia das Bandeiras
31 Dia Mundial do Combate ao Fumo
31 Dia do Comissário de Bordo
31 Dia Mundial das Comunicações Sociais
31 Dia do Espírito Santo
Junho
Semana Mundial do Meio Ambiente
1  Dia da Imprensa
1  Dia do Hospital

1  Dia de Caxias
1  Primeira transmissão de TV no Brasil
3  Dia Mundial do Administrador de Pessoal
3  Pentecostes
4 Impressão de primeira Bíblia nas Américas (1743)
5 Dia Mundial do Meio Ambiente
5 Dia da Ecologia
7 Dia da Liberdade de Imprensa
7 Corpus Christi (muda todo ano)
8 Dia do Citricultor
9 Dia do Porteiro
9 Dia do Tenista
9  Dia da Imunização
9  Dia Nacional de Anchieta
10  Dia da Artilharia
10  Dia da Língua Portuguesa
10  Dia da Raça
10  Aniversário de Cristina Barreto
11  Dia da Marinha Brasileira
11  Dia do Educador Sanitário
12 Dia dos Namorados
12 Dia do Correio Aéreo Nacional
13 Dia do Turista -
13 Dia de Santo Antônio
14 Dia do Solista
14 Dia Universal de Deus
15 Dia do Paleontólogo
17 Dia do Funcionário Público Aposentado
18 Dia do Químico
18 Imigração Japonesa
19 Dia do Cinema Brasileiro
20 Dia do Revendedor
21 Dia da Mídia
21 Dia do Imigrante
21 Dia Universal Olímpico
21 Início do inverno
24 Dia do Caboclo
24 Dia de São João
24 Dia Internacional do Leite
24 Dia das Empresas Gráficas
26 Dia Internacional do Combate às Drogas
26 Dia do Metrologista
27 Dia Nacional do Progresso
28 Dia da Renovação Espiritual
29 Dia do Pescador
29 Dia de São Pedro e São Paulo
29 Dia do Papa
29 Dia da Telefonista
30 Dia do Caminhoneiro
Julho
1 Dia da vacina BCG
2 Dia do Bombeiro -
2 Dia do Hospital
4 Dia Internacional do Cooperativismo
4 Independência dos EUA
4 Dia do Operador de Telemarketing
6 Dia da criação do IBGE
8 Dia do Padeiro
9 Dia da Revolução e do Soldado Constitucionalista (1932)
10 Dia da Pizza
10 Dia do Truco
12 Dia do Engenheiro Florestal
13 Dia do Engenheiro Sanitarista
13 Dia do Cantor
13 Dia Mundial do Rock
14 Dia Mundial da Liberdade
14 Dia do Propagandista de Laboratório
14 Dia da Liberdade de Pensamento
15 Dia Nacional dos Clubes
16 Dia do comerciante
17 Dia de Proteção às Florestas
19 Dia Nacional do Futebol
19 Dia da Caridade
20 Dia do Amigo e Internacional da Amizade
20  Dia da 1ª Viagem à Lua (1969)
23 Dia do Guarda Rodoviário
25 Dia do Colono -
25 Dia do Motorista
25 Dia do Escritor
25 Dia de São Cristóvão
26 Dia da Vovó
27 Dia do Despachante
27  Dia do Motociclista
11 Dia do Motociclista
28 Dia do Agricultor
Agosto
00 Dia dos Pais no 2º Domingo (Dia das Mães no 2º Domingo de Maio)
1 Dia do Selo
3 Dia do Tintureiro
4 Dia do Padre
5  Dia Nacional da Saúde
8  Dia do Pároco
11 Dia do Estudante 
11 Dia do Garçom
11 Dia do Advogado
11 Dia do Jurista
11  Dia da Televisão
11 Dia Internacional da Logosofia
12 Dia nacional das Artes
13 Dia do Economista
14 Dia do combate à Poluição
15 Dia da Informática
15 Dia dos Solteiros
15 Ascensão de N. Senhora
16 Dia do Filósofo
18 Dia Mundial da Fotografia
19  Dia do Artista de Teatro
20 Dia do Vizinho
20 Dia dos Maçons
21 Dia da Habitação
22 Dia Mundial do Folclore
23 Dia dos Artistas
23  Dia da Injustiça
24  Dia da Infância
24  Dia dos Artistas
24  Dia de São Bartolomeu
25 Dia do Soldado
25 Dia do Exército
25 Dia do Feirante
27 Dia do Corretor de Imóveis
27 Dia do Psicólogo
28 Dia Nacional do Voluntariado
28 Dia Nacional do Bancário
28 Dia do Avicultor
29  Dia Nacional do Combate do Fumo
31 Dia do Nutricionista
Setembro
1  Início da Semana da pátria
1  Dia do Profissional de Educação Física
2  Dia do Repórter Fotográfico
2  Dia Internacional do Livro Infantil
3 Dia do Biólogo -
3 Dia do Guarda Civil
5  Dia Oficial da Farmácia
5  Dia da Amazônia
6 Dia do Alfaiate
6 Dia do Barbeiro
6 Dia do Cabeleireiro
6  Oficialização da letra do Hino Nacional
7 Independência do Brasil
8 Dia Internacional da Alfabetização
9 Dia do Administrador
9 Dia do Veterinário
9  Dia da Velocidade
10  Fundação do 1º Jornal do Brasil
10 Dia da Imprensa
12 Dia do operador de rastreamento
13  Dia do Agrônomo
14  Dia da Cruz
14  Dia do Frevo
16  Dia Internacional para a Preservação da Camada de Ozônio
17  Dia da Compreensão Mundial
18 Dia dos Símbolos Nacionais
19 Dia do Comprador
19  Dia de São Geraldo
19  Dia do Teatro
20  Dia do Funcionário Municipal
20  Dia do Gaúcho
21 Dia do Rádio e Radialista
21 Dia da Árvore
21 Dia do Fazendeiro
21 Dia da Luta Nacional das Pessoas com Deficiências
22 Dia Nacional da Juventude
23 Dia do Soldador
23  Início da primavera
25 Dia do Trânsito
26  Dia Interamericano das Relações Públicas
27  Dia de Cosme e Damião
27  Dia Mundial de Turismo
27 Dia do Encanador
27 Dia do Ancião
28  Dia da Lei do Ventre Livre
29  Dia do Anunciante
29  Dia do Petróleo
30 Dia da Secretária
30 Dia da Bíblia
30 Dia do Tradutor
30  Dia da Navegação
30  Dia Nacional do Jornaleiro
Outubro
1 Dia Internacional da Terceira Idade
1 Dia de Santa Terezinha
1 Dia Nacional do Vereador
1 Dia do Vendedor
3 Dia Mundial do Dentista
3  Dia do Petróleo Brasileiro
3  Dia das Abelhas
4 Dia da Anistia
4  Dia da Natureza
4  Dia do Barman
4  Dia do Cão
4  Dia do Poeta
4  Dia de São Francisco de Assis
5  Dia Mundial dos Animais
5 Dia do Bóia-Fria
5 Dia da Ave
7 Dia Nacional do Compositor
8  Dia do Nordestino
9 Dia Mundial do Correio
10 Semana da Ciência e Tecnologia
10 Dia Mundial do Lions Clube
11 Dia do Deficiente Físico
11 Dia do Teatro Municipal
12 Dia do Descobrimento da América
12 Dia da Criança
12 Dia de Nossa Senhora Aparecida
12 Dia do Mar
12 Dia do Basquete
12  Dia do Atletismo
12 Dia do Engenheiro Agrônomo
12 N. S. Aparecida
13 Dia do Fisioterapeuta
13 Dia do Terapeuta Ocupacional
14  Dia Nacional da Pecuária
15 Dia do Professor
15  Dia do Normalista
16 Dia Mundial da Alimentação
16 Dia do Instrutor da Auto-Escola
16 Dia do Anestesista
16  Dia da Ciência e Tecnologia
17 Dia do Eletricista
17  Dia da Indústria Aeronáutica Brasileira
18 Dia do Médico
18 Dia do Pintor
18 Dia do Estivador
18 Dia do Securitário
19 Dia do Guarda Noturno
19 Dia do Profissional da Informática
20 Dia Internacional do Controlador de Tráfego Aéreo
20 Dia do Arquivista
21 Dia do Contato
22 Dia do Pára-Quedista
23 Dia da Aviação e do Aviador
24 Dia das Nações Unidas – ONU
25 Dia da Democracia - Dia do Sapateiro
25 Dia do Dentista Brasileiro
28 Dia do Funcionário Público
28 Dia de São Judas Tadeu
29 Dia Nacional do Livro
30 Dia do Comerciário
30 Dia do Balconista
31 Dia Mundial da Poupança 11
31 Dia das Bruxas - Halloween
31 Dia da Dona de Casa
31 Dia Mundial do Comissário de Vôo
Novembro
0 Dia de Ação de Graças na 4ª Quinta-Feira
1 Todos os Santos
2 Finados
3  Dia do Cabeleireiro
3  Instituição do Direito e Voto da Mulher (1930)
4 Dia do Inventor
5 Dia do Cinema  Brasileiro
5 Dia da Ciência e Cultura
5 Dia do Escrivão de Polícia
5 Dia da Ciência
5 Dia do Radioamador e Técnico Eletrônica
8 Dia Mundial do Urbanismo
8  Dia do Aposentado
9 Dia Nacional do Hoteleiro
10 Dia do Trigo
11 Dia do Supermercado
11  Dia do Soldado Desconhecido
12 Dia do Diretor de Escola
12  Dia do Supermercado
14 Dia do Bandeirante
14 Dia Nacional da Alfabetização
15 Dia do Esporte Amador
15 Proclamação da República
16  Semana da Música
17 Dia da Criatividade
19 Dia da Bandeira
20 Dia Nacional da Consciência Negra
20 Dia Universal das Crianças
20  Dia do Auditor Interno
21  Dia das Saudações
21 Dia da Homeopatia
21 Dia da Televisão
22 Dia do Músico
23  Dia Internacional do Livro
25 Dia do Doador de Sangue
26 Dia do Ministério Público
27 Dia do Técnico de Segurança do Trabalho
28 Dia do Soldado Desconhecido
28 Dia Mundial de Ação de Graças
30 Dia da Reforma Agrária
30 Dia do Síndico - Dia do Teólogo
Dezembro
1 Dia Mundial do Combate à AIDS
1 Dia do Imigrante
1 Dia do Casal
1 Dia do Numismata
2 Dia Nacional do Samba
2 Dia da Astronomia
2 Dia das Relações Públicas
2 Dia Pan-Americano da Saúde
3 Dia Internacional dos Deficientes Físicos
4 Dia Mundial da Propaganda
4 Dia do Orientador Escolar
4 Dia do Pedicuro
7 Dia Internacional da Aviação Civil
8 Dia Nacional da Família
8 Dia da Justiça
8 Dia do Cronista Esportivo
8 Dia Mundial da Imaculada Conceição
9 Dia do Fonoaudiólogo
9  Dia da Criança Defeituosa
9 Dia do Alcoólatra Recuperado
10 Dia Internacional dos Direitos Humanos
10 Dia Universal do Palhaço
10  Dia Internacional dos Povos Indígenas
11 Dia do Arquiteto
11 Dia do Engenheiro
11  Dia do Agrônomo
11 Dia do Agrimensor
13 Dia do Cego
13 Dia do Ótico
13 Dia do Lapidador
13 Dia do Marinheiro
13 Dia de Santa Luzia
13 Dia do Engenheiro Avaliador e Perito de Engenharia
14 Dia Nacional do Ministério Público
15 Dia do Jardineiro
15 Dia do Jornaleiro
16 Dia do Teatro Amador
16  Dia do Reservista
18 Dia do Museólogo
19  Dia do Atleta Profissional
20 Dia do Mecânico
21 Dia do Atleta
22  Início do verão
23  Dia do Vizinho
24 Dia do Órfão
25 Natal
26 Dia da Lembrança
26 Dia do Pedreiro
28 Dia da Marinha Mercante
28 Dia do Salva-Vidas
29 Dia Internacional da Biodiversidade
31 Dia da Esperança
31 São Silvestre
31  Reveillon

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Fahrenheit 451: a temperatura em que o papel queima

BRADBURY, Ray. Fahrenheit 451. São Paulo: Ed. Globo, 2003.

Ray Bradbury, escritor americano (1920), alcançou sucesso basicamente em 1950, com suas Crônicas Marcianas. Embora não seja um bestseller, Bradbury tem um alto conceito nos meios literário, educacional e de entretenimento dos Estados Unidos como "consultor de idéias", dramaturgo, poeta e ensaísta. Atua também como roteirista de cinema desde 1953, tendo recebido um Oscar pelo roteiro de Moby Dick, filme dirigido por John Huston (? - 1987).

Fahrenheit 451 (1953), que se chamaria The Fire Man, nos fala de um mundo onde os livros foram abolidos, sendo proibido até possuí-los. As pessoas se contentam em passar os dias vendo programas de televisão - cujos aparelhos ocupam as quatro paredes dos cômodos da sala de estar - e seu único interesse é comentar os programas, novelas ou comerciais, cantando seus jingles e seus bordões em todos os lugares, metrô, praças e onde quer que vão [não sei, mas ultimamente tenho ouvido exatamente isso sobre o BBB]. Esses jingles são daquele tipo de música que se fixam em nossas cabeças e não conseguimos desligar – alguma semelhança com nossa cultura atual?


Em 1966, François Truffaut colocou nas telas a história de Bradbury, que segundo o próprio, foi bastante modificada para sanar alguns mistérios que o livro deixou pendentes. Porém, na re-edição, ele mesmo se explica no posfácio, decidiu deixar o texto original, mesmo que isso inquietasse alguns de seus leitores mais antigos, inconformados com as lacunas na história ou mesmo com o destino final de alguns personagens.

O livro passa a sensação de que o autor, já em 1953, visualizava os desdobramentos de uma cultura massificada, na qual idéias originais, a observação crítica do mundo, dos costumes e o questionamento do status quo, têm cada vez menos espaço.

O mais lamentável é que os habitantes desse mundo se autoalienaram. Não houve sequer a necessidade das autoridades convencê-los ou mesmo forçá-los a deixar os livros de lado. Porém, uma vez que eles abandonaram o hábito da leitura de livre e espontânea vontade, começou um movimento repressivo e de caça aos resistentes, teimosos em achar a leitura algo importante para a vida. A repressão era executada pelos bombeiros através de incêndios de pilhas de livros. A razão dos moradores da cidade (ela não tem nome) deixarem de ler foi a verificação de que ficavam mais felizes sem as idéias que os livros traziam. Os livros faziam pensar, pensar fazia sofrer, enxergar o mundo de muitas formas e pontos de vista. O indivíduo se dava conta, então, da dor do outro no mundo. E afinal por que alguém gostaria de ser infeliz?

O paradoxo é que os bombeiros já não apagavam mais incêndios, pois todas as edificações eram cobertas com uma camada de material não inflamável. Sua tarefa agora era queimar o maior número de livros, todo e qualquer remanescente de bibliotecas públicas ou particulares.

Bradbury (2003, p.79) nos mostra o vazio de um mundo imagético, midiático e hedonista. Através do diálogo do personagem Beatty, chefe dos bombeiros, com Montag, o bombeiro que começa a questionar o mundo em que vive, o autor explica que o mundo passou a ser todo resumido, pois as pessoas não têm mais paciência de ler:
“Clássicos reduzidos para se adaptarem a programas de rádio de quinze minutos, depois reduzidos novamente para uma coluna de livro de dois minutos de leitura, e, por fim, encerrando-se num dicionário, num verbete de dez a doze linhas [...] o Hamlet não passava de um resumo de uma página num livro que proclamava: Agora você finalmente pode ler todos os clássicos; faça como seus vizinhos.”
E vai mais longe em algumas reflexões, que a mim parecem muito com o tipo de educação média que temos hoje – pelo menos no Brasil:

“A escolaridade é abreviada, a disciplina relaxada, as filosofias, as histórias e as línguas são abolidas, gramática e ortografia pouco a pouco negligenciadas, e, por fim, quase totalmente ignoradas. A vida é imediata, o emprego é o que conta, o prazer está por toda parte depois do trabalho. Por que aprender alguma coisa além de apertar botões, acionar interruptores, ajustar parafusos e porcas?” (Bradbury, 2003, p.80).
Sobre a questão de maiorias x minorias, demonstra a complexidade da questão. Existe um ditado que diz “que toda maioria é burra”, mas já refletimos sobre as minorias? Falo aqui de minorias que querem impor seus pontos de vista, modos de vida e idéias à maioria, sem deixar que outras minorias dentro da maioria tenham sua própria voz. Diz Bradbury (2003, p.82):

“Agora tomemos as minorias de nossa civilização, certo? Quanto maior a população, mais minorias. Não pise no pé dos amigos dos cães, dos amigos dos gatos, dos médicos, advogados, comerciantes, patrões, mórmons, batistas, unitaristas, chineses de segunda geração, suecos, italianos, alemães, texanos, gente do Brooklyn, irlandeses, imigrantes do Oregon ou do México. [Eu acrescentaria, para atualizar, os muçulmanos]. Os personagens desse livro, dessa peça, desse seriado de tevê não pretendem representar pintores, cartógrafos, engenheiros reais. [...] quanto maior seu mercado, menos você controla a controvérsia! Todas as menores das menores minorias querem ver seus próprios umbigos, bem limpos. Autores cheios de maus pensamentos, tranquem suas máquinas de escrever! [para atualizar, seus PCs e notebooks].
E assim, não se pode escrever (ou falar) sobre quase mais nada, pois se tem sobre a cabeça uma espada de um processo de calúnia e difamação, ou ser taxado de preconceituoso – lembrando que preconceitos sempre têm dois lados. Essa é a democracia atual no Ocidente e que no livro já se entrevê. Um amigo disse um dia, que qualquer pessoa pode dizer o que quiser, o problema é quando o atingido se ressente e age de uma forma rancorosa. Eis o problema. Se eu disser que você é gordo, feio, negro, homossexual, prostituta, de esquerda, de direita, etc. posso ser presa ou processada. Mas como evitar? Somos humanos, nada mais que humanos. Existe solução para as diferenças individuais? Ou nos tornaremos todos iguais, como no livro Henfil na China (1984, desculpem, mas sou dessa geração), vestindo as mesmas roupas, recitando os mesmos mestres (Mao, Lênin, Stalin) e pensando, fazendo, lendo e assistindo só o quê e indo só aonde é permitido pelo partido, ou pela ditadura do politicamente correto e do eufemismo? Será que algum tipo de transgressão na mesmice não é nem um pouco salutar?

Mas sempre existem sim alguns transgressores. Não existe unanimidade na espécie humana, a divergência é algo esperado porque renova e inova. É o motor da mudança social. Na página 100, Montag conversa com Faber, um professor de inglês aposentado, que há quarenta anos fora descartado, “quando a última faculdade de ciências humanas foi fechada por falta de alunos e patrocínio” [não sei porque, mas tenho uma sensação de déjà vu]. Como ele, outros intelectuais foram dispensados, pois eram o veículo para a infelicidade humana, afinal questionavam as coisas e não deixavam que as pessoas esquecessem que nem elas, nem o mundo eram perfeitos. E isso é muito perigoso.

Mas em um mundo em que ler também é muito perigoso, talvez a atitude mais prudente seja a dada por Beatty, o Chefe dos Bombeiros, no fim fictício que Bradbury colocou no posfácio do livro. Depois de tantos anos incendiando livros, ele revela a Montag uma grande biblioteca escondida em sua casa. Montag pergunta: - Mas o senhor é o Queimador-Chefe! Não pode ter livros em sua casa! Beatty responde: - O crime não é ter livros, Montag, o crime é lê-los! Sim, é isso mesmo. Eu tenho livros, mas não os leio.

Bem, mesmo que nós adquiramos livros com maior velocidade do os lemos, só nos resta esperar ter tempo de vida suficiente para ler a maior quantidade possível e não transformar nossa sociedade no mundo de Montag.

Para os seguidores da sétima arte

Aconselho, para quem não conhece o blog O Sétimo Projetor, onde você pode baixar filmes antigos e que jamaaaaais irão passar em um cinema comercial.

Meu Deus...

Acho que se eu não me cuidar, vou terminar ficando assim...


segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Ele é um sábio

Não sou um santo. A menos que para você um santo seja um pecador que simplesmente segue se esforçando.

Nelson Mandela

Se ela pode, por que eu não posso?

E sou bem mais leve rsrsrs


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...