Páginas

segunda-feira, 8 de março de 2010

Oscar 2010

Guerra ao terror detona Avatar. Várias comemorações, primeiro porque Kathryn Bigelow era ex-mulher de James Cameron e a primeira mulher a vencer o prêmio de direção, melhor filme, melhor montagem, melhor roteiro adaptado e mais 5 prêmios. E segundo, Avatar fez uma campanha de marketing tão grande que já era tido como vencedor. O que demonstra que, esse ano pelo menos, uma boa história vence os efeitos especiais. O filme "Avatar", de James Cameron, levou o Oscar de Melhor Fotografia, melhor direção de arte, melhor efeitos visuais (óbvio, viu Cleiton rsrsrs).

Ben Stiller vestido de uma avatar bem estranho, e eu poderia dizer grotesco, entrega prêmio de melhor maquiagem para Star Trek


Kathryn Bigelow - Melhor direção

James Cameron ficou a ver navios - era o Titanic afundando.

Algumas surpresas...

Sandra Bullock como melhor atriz, vencendo figurinhas carimbadas como Meryll Streep - maravilhosa - e Helen Miren, que ganhou ano passado com A Rainha. Todas atrizes de alto calibre e eu ainda não sei porque Bullock venceu. Jeff Bridges, vindo de uma família de excelente atores, ganhou o de melhor ator pelo papel de um músico decadente. Preciso ver. O pior é que nem todos os filmes nomeados, ou vencedores, passam nos cinemas. Pelo menos baixei Precious (melhor roteiro adaptado e a atriz, novata, foi elogiadíssima por Oprah Winfrey) e Guerra ao terror pela internet.

 Trailer The Hurt Locker (Guerra ao terror)


Jeff Brigdes

Um filme argentino a ganhar prêmio de melhor filme de língua estrangeira,"O Segredo dos Seus Olhos", também foi uma surpresa. Um documentário sobre a matança de golfinhos para vender a carne na China também levou um pêmio.
Bem, é isso. Essas são as categorias que me interessam. As famosas piadinhas, que esse ano ficaram a cargo de Steve Martin e Alec Baldwin, não fizeram minha cabeça. Eu gostava mesmo era de Billy Cristal. Mas a gente não pode ter tudo que quer.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...